Alongamento para Flexibilidades

Importância dos Alongamentos.

Alongamento para FlexibilidadesOs alongamentos são exercícios que focam o aumento da flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras musculares, fazendo que elas aumentem de comprimento. O principal resultado direto de uma rotina correta de alongamentos é o aumento da flexibilidade, que é onde você consegue aumentar a amplitude dos movimentos de determinada articulação da melhor forma possível. Quanto mais alongado um músculo, maior será a movimentação da articulação comandada por aquele músculo e, portanto, aumenta assim a sua flexibilidade. Os alongamentos possuem um papel fundamental para o funcionamento do corpo, pois feitos de modo correto eles proporcionam uma maior elasticidade do corpo todo. Outro ponto importante é o aumento da agilidade, pois ao aumentar a amplitude dos movimentos das articulações você tem um ganho excelente em sua movimentação. Os principais benefícios dos alongamentos são: – Relaxamento do Corpo – Aumento de Flexibilidade – Movimentos Mais Leves e Soltos – Prevenção de Lesões – Ajuda na circulação – Ajuda na correção de postura errada – Ajuda na redução de dores nas costas, ombros e pescoço.

Flexibilidade.

O elemento menos valorizado na prática de esportes e no condicionamento físico é a flexibilidade. Há muito tempo vem sendo praticada, porém são pouquíssimos os programas que focam nisso. Na realidade, existem poucos programas de alongamentos que possuem características realistas e efetivas, aliados a saúde, boa forma e benefícios na prática de esportes. O problema é que a maioria das pessoas, até mesmo profissionais da área, não sabe como ou onde encontrar tipos de exercícios simples, mas muito efetivos de alongamento. Existe uma grande variedade de opções oferecidas no mercado com o objetivo de ajudar as pessoas a ampliarem a capacidade de movimento. Desde aparelhos baratos e de pouca durabilidade a enormes máquinas caras. Os consumidores são levados a acreditar que precisam de algum tipo de engenhoca para se tornarem mais flexíveis. A verdade é que, qualquer um, mesmo atletas de alto nível, podem conseguir toda a flexibilidade que precisa através de um programa correto de alongamentos. Não realizar um alongamento é um risco, mesmo se você é um avô que quer correr atrás de seus netos, ou um atleta de alto nível – você deve incorporar o tipo adequado de exercícios de flexibilidade em seu programa de condicionamento físico ou rotina de treinamento. Sem eles, você pode potencialmente ter uma série de problemas – que vão desde uma séria lesão nas costas, até uma lesão muscular que pode interromper sua carreira. Como um profissional da área e fisiologista de exercício, o pior problema que já vi com a maioria dos programas existentes hoje, é que eles são inadequados para grande parte das pessoas que precisam deles. Alguns programas são muito demorados, outros são complicados e há outros que são até perigosos. As origens dos alongamentos modernos podem ser definidas como vindas da ginástica ou das artes marciais. A razão para isto é que essas duas modalidades requerem extrema flexibilidade, e para atingir esse nível de flexibilidade é necessário muitos exercícios de alongamento. Para tornar-se mais flexível, algumas pessoas começaram a fazer os exercícios que os ginastas e aqueles que praticam artes marciais faziam em seus treinamentos.

Óbvio? Claro. Inteligente? Não.

O maior problema desses tipos de treinamentos para aumentar a flexibilidade é que eles pressionam as articulações em uma área extremamente desconfortável e dolorosa, a de limites externos e extremos dos movimentos naturais (ADM). Esta é a área, na qual, tendões e ligamentos são dolorosamente esticados e há risco de lesões para as articulações. E, assim a articulação pode ser comprometida pela necessidade de se competir em um esporte que exige extrema flexibilidade. Isto não é o que os esportistas e a população precisam! Esses tipos de programas de alongamentos que podem gerar uma certa instabilidade nas articulações têm resultado ultimamente em diminuição do desempenho (além do risco de lesões), no caso da prática diária de exercícios físicos regulares ou de eventos esportivos. Falando por experiência própria, eu sei em primeira mão qual o treinamento de flexibilidade para artes marciais é utilizado. Pratiquei Kung Fu (Shaolin Mantis) por muitos anos, desde o final da minha adolescência até quando tinha uns vinte e poucos anos. Realizar alongamentos era doloroso. Meus joelhos doíam, minhas costas e quadris doíam quase o tempo todo enquanto eu estava firme, procurando a melhor forma de praticar o esporte – e eu sou naturalmente flexível, e isso é só o começo! Minha esposa foi uma grande ginasta durante a maior parte de sua infância. Ela se lembra do esforço extremo exigido durante os exercícios de flexibilidade nesse esporte. Para que ela conseguisse competir em alguns eventos, o corpo dela tinha que ser extremamente flexível. Suas palavras: “A flexibilidade exigida para se competir como uma ginasta é de um nível tão extremo que pode ser considerado até uma forma de tortura”. Por incrível que pareça já me deparei com programas de alongamentos e produtos que propõem auxiliar na melhora da flexibilidade, que continuam empregando ou ensinando esses mesmos tipos extremos de alongamentos e princípios. E a mentalidade por trás disso é: “Para que você consiga notar os benefícios do alongamento, você tem que realmente sentir que está sendo alongado”. Significado? Você tem que sentir dor para que o alongamento seja eficaz. Isso é Absolutamente Ridículo! Lembre-se, atualmente existem formas “mais suaves” de exercícios disponíveis como yoga e pilates, só para citar alguns. Mas na realidade, nós todos sabemos o quão difícil é conseguir ir a essas aulas regularmente, além disso, em algumas dessas aulas há o uso de aparelhos específicos e mesas, que representam um risco além de tirar o foco do “eu mesmo”. Flexibilidade Total - Alongamento para FlexibilidadesEu não gosto de criticar certas formas de exercícios que podem ajudar algumas pessoas, porém se acredito que algo é mais fácil ou ainda melhor – Vou deixar que as pessoas saibam o que penso e minha opinião como profissional. Quando se trata de uma forma de melhorar a flexibilidade, não existe nada que possa substituir um programa bem estruturado de auto-alongamento que possa ser feito em qualquer lugar. Em um tempo aproximado de 12- 45 minutos, (dependendo da rotina específica de cada dia) sem gasto com produtos ou aparelhos. Estes foram exatamente os requisitos que fiz a mim mesmo quando decidi produzir o programa “Flexibilidade Total”. Resumindo, eu iria colocar a mesma série de exercícios de flexibilidade no programa, que virou minha assinatura e me destacou da maior parte dos personal trainers e consultores fitness. Da Necessidade Criou-se um Método Comecei a desenvolver meu programa de alongamentos assim que tive meu primeiro cliente. Uma de suas necessidades era melhorar a flexibilidade e a sua capacidade de movimentos. Eu sabia que poderia ajudá-lo com isso, e naquele momento, decidi que queria aprender mais e mais sobre o quanto ele conseguiria melhorar a sua flexibilidade principalmente na “extremidade superior”. Quer obter todo o conteúdo deste assunto, clique aqui!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3.276 votos, média: 4,85 de 5)

Loading...

Quero Escolher Você! Para ajudá-lo a iniciar um negócio na internet em nível avançado!

Anah Becker

Sou determinada em tudo o que faço e acredito! Aprendi que apenas querer não é poder, sim querer e com determinação ir atrás dos objetivos sem medir esforços pois, somente com determinação e persistência alcançarei o abjetivo final.

Website: http://receitas-deliciosas.cf/

Deixe-nos o seu comentário!